1955-2011

 

altMorreu ontem  Steve Jobs, cofundador da Apple. Ele havia renunciado à presidência da empresa em agosto, após 14 anos no comando. "Estamos profundamente entristecidos com o anúncio de que Steve Jobs morreu hoje", informou a empresa. "O brilho, paixão e energia de Steve são fontes de inúmeras inovações que enriqueceram e melhoraram todas as nossas vidas. O mundo é imensuravelmente melhor por causa de Steve."
 
Jobs foi responsável por lançamentos de equipamentos que mudaram o mundo, como o Macintosh, o iPod, o iPhone e o iPad. Ele sofreu por anos de uma forma rara de câncer pancreático e passou por um transplante de fígado. Tim Cook foi seu substituto na presidência na Apple e, na terça-feira, fez o seu primeiro lançamento como CEO, apresentando o iPhone 4S. A nova versão do smartphone não teve uma recepção positiva por parte do mercado...
 
Neste ano, Jobs apareceu publicamente em março, para lançar o iPad 2, no lançamento do iCloud, em junho, e também esteve presente em um jantar organizado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Nessas ocasiões, o fundador da Apple, sempre vestido com seu jeans e a camiseta de gola alta preta, estava bem mais magro, apesar de apresentar enorme disposição, sem deixar transparecer algum problema. Em 2004, Jobs foi submetido a uma cirurgia para tratamento de câncer no pâncreas. Cinco anos mais tarde, realizou um transplante de fígado. Os dois procedimentos são complicadíssimos e de elevado risco para a vida do paciente.
 
Trajetória – Nascido em 24 de fevereiro de 1955 em San Francisco (EUA) e criado por pais adotivos, Steve Paul Jobs chegou à fama e ao sucesso empresarial em 1984, quando ajudou a criar e lançar o Macintosh – um computador pessoal com uma interface agradável e diferente do que havia até então, além de um sistema operacional palatável ao consumidor. O começo da década dos anos 1980 marcou, nos EUA, o advento do computador pessoal e o início da difusão em larga escala da internet. O Macintosh era um computador que tinha mais recursos gráficos, e que caiu no gosto dos consumidores.
 
Em 1985, Jobs foi afastado temporariamente da Apple pelo conselho de administração após brigas internas. Ele fundou outra empresa de informática, a NeXT, e em 1986 comprou da Lucasfilm os estúdios de computação gráfica Pixar, que então começaram sua trajetória de usar recursos digitais nos desenhos animados. O Pixar iniciou uma parceria lucrativa com a Disney, produzindo mais tarde (anos 1990 e 2000) filmes como Toy Story, Monstros SA, Procurando Nemo e Cars. 
 
alt
 
Jobs voltou à Apple em 1997, após a empresa, então à beira da falência, ter comprado a NeXT. Ele foi trazido como consultor e conseguiu salvar a Apple com o sistema operacional Mac OS, que unia a estabilidade dos sistemas operacionais Unix à plataforma Macintosh. 
 
"A Apple perdeu um visionário e um gênio criativo e o mundo perdeu um ser humano incrível", escreveu Tim Cook, em comunicado aos funcionários. "Aqueles de nós que foram afortunados o bastante por ter conhecido e trabalhado com Steve perderam um amigo querido e um mentor inspirador. Steve deixa para trás uma empresa que somente ele poderia ter construído, e seu espírito será para sempre a fundação da Apple."
 
Marca – O nome Apple, de acordo com Steve Wozniak, que fundou a empresa com Steve Jobs, foi ideia deste, que não explicou a razão da escolha. 
 
Uma possibilidade é que uma visita de Jobs a fazenda comunitária na qual se plantavam maçãs pode ter sido a inspiração. Ou a gravadora Apple, fundada na década de 1960 pelos Beatles – dos quais Jobs era fã.
 
SEMPRE EM BUSCA DA INOVAÇÃO
 
1977 – O Apple II é considerado uma das mais importantes iniciativas para inserir os computadores na rotina das pessoas. 
 
1984 – Jobs lança o primeiro Macintosh. Era um computador que usava interface gráfica com o usuário e mouse. 
 
1985 – O executivo sai da Apple, onde só voltará em 1996.
 
1998 – Lançamento do iMac, computador dedicado ao uso pessoal que apostava no design e nas cores vivas em vez do branco ou bege. 
 
2001 – A empresa lança o iPod, um tocador de música portátil que poderia armazenar até mil arquivos. O "gadget" passou por atualizações ao longo do tempo, com o surgimento de outros modelos como o iPodTouch e o iPodShuffle. 
 
2007 – Chega ao mercado o iPhone, um smartphone sensível ao toque, considerado um marco na indústria de smartphone. Em 2010, Jobs lança o iPhone 4, que incorpora novas funcionalidades.
 
Coragem talentosa
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama lamentou a morte de Jobs dizendo que ele era um empresário "corajoso o suficiente para pensar diferente, audaz o suficiente para acreditar que era capaz de mudar o mundo, e talentoso o suficiente para fazê-lo."
 
Impacto profundo
O cofundador da Microsoft Bill Gates afirmou que "sentirá imensamente a falta de Steve" Jobs, ex-CEO e cofundador da Apple que morreu ontem.
O empresário disse que "o mundo raramente vê alguém que teve o impacto profundo que Steve teve" e que "foi uma grande honra" trabalhar com ele.
 
California dream
O ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, disse ontem que o cofundador da Apple, Steve Jobs viveu o California Dream (Sonho Californiano, uma expressão que se traduz em motivação para ganhar dinheiro em uma terra nova). "Steve viveu o 'California Dream' todos os dias da sua vida. Ele mudou o mundo e inspirou a todos nós", escreveu Schwarzenegger no Twitter.
 
Amigo confiável
Steve Jobs foi descrito como uma pessoa cuja influência foi além dos produtos e definiu uma cultura, disse o CEO da Walt Disney Co., Bob Iger, em comunicado à imprensa. Jobs fazia parte do conselho da Disney. "Steve Jobs foi grande amigo e conselheiro confiável. Seu legado se estenderá além dos produtos que criou ou do negócio que construiu. Serão as milhões de pessoas que inspirou, as vidas que mudou e a cultura que definiu."
 
Mudança construtiva
Mark Zuckerberg, criador do Facebook, postou em sua rede social uma nota lamentando a morte de Steve Jobs. 
"Steve, obrigado por ter sido um mentor e um amigo. Obrigado por mostrar que o que você constrói pode mudar o mundo. Sentirei sua falta." 
Em fevereiro, Jobs e Zuckerberg jantaram com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em Woodside, Califórnia.
 
Memorial
Os órfãos de Steve Jobs podem mandar o último adeus para o ídolo para o e-mail:  rememberingsteve@apple.com
AddThis Social Bookmark Button
Portuguese Chinese (Traditional) English French German Italian Japanese Korean Russian Spanish